Whatsapp

Condições de compra do Principado Downtown Buenos Aires Hotel

CONDIÇÕES DE COMPRA:

O Principado Downtown Hotel aluga o quarto ao cliente de acordo com as condições constantes deste documento e com a tarifa acordada.

DIREITO DE USO URBANO:

Não incluído na tarifa. É uma percepção aplicável aos turistas não residentes na República Argentina, a partir dos 12 anos, como uma contribuição especial pelo direito de usar e desfrutar do espaço público da Cidade Autônoma de Buenos Aires. Será cobrado USD 1 por pessoa, por noite.

CRONOGRAMA:

Check-in a partir das 14h00

Check-out até às 11:00 no dia da partida

POLÍTICA DE CANCELAMENTO PARA RESERVAS INDVIDUAIS:

Qualquer CANCELAMENTO ou MODIFICAÇÃO deve ser solicitado até a véspera do check-in por correio ou por telefone no setor de RESERVAS do hotel (de segunda a sexta das 9h às 18h e aos sábados das 9h às 13h), caso contrário será uma noite de hospedagem cobrado como um conceito de No Show.

As reservas não reembolsáveis ​​são cobradas com 100% de antecedência e não podem ser reembolsadas.

PAGAMENTOS:

O pagamento total da acomodação será exigido antes de entrar no hotel.

PRÉ-AUTORIZAÇÃO DO CARTÃO:

O hotel reserva-se o direito de pré-autorizar o seu cartão, mas isso não significa que isso acontecerá a cada reserva. Não se preocupe, se o seu cartão for pré-autorizado, tanto o hotel quanto a administradora do cartão de crédito estarão à sua disposição para ajudá-lo. A pré-autorização não é uma cobrança feita no seu cartão de crédito, é uma retenção temporária. Ao fazer uma reserva, pode haver casos em que o hotel irá pré-autorizar o seu cartão de crédito. Isso significa que o hotel irá verificar se o seu cartão de crédito é um cartão de crédito válido e se o cartão tem fundos suficientes para cobrir pelo menos a primeira noite da reserva. O hotel, no entanto, não cobrará seu cartão de crédito, trata-se apenas de uma retenção temporária. O tempo de espera pode variar e a administradora do cartão de crédito pode fornecer informações sobre como lidam com a pré-autorização.

LEGISLAÇÃO APLICÁVEL E JURISDIÇÃO:

Este contrato será regido e será interpretado de acordo com as leis da República Argentina. As questões que surgem a partir deste contrato entre o hotel e o cliente são da competência dos tribunais argentinos, aos quais ambas as partes se submetem.